UBERIZAÇÃO, LUTAS SOCIAIS E PANDEMIA

Sheila Rosane Vieira Rodrigues, Maria de Fátima Schumacher Wolkmer, Manuela de Sá Menezes

Resumo


O presente artigo tem como tema a uberização na fase do capitalismo neoliberal, tendo como escopo delinear as lutas dos motoboys a serviço de plataformas como Ifood, Uber, em tempos de Pandemia, com o fim de identificar o que é necessário para garantir direitos humanos fundamentais relacionados ao trabalho. Nessa direção, buscar-se-á, a partir do movimento dos motoboys, avaliar em que medida essas novas formas de relação no mundo do trabalho, anunciadas como resultantes de empreendedorismo, representam uma nova forma de exploração, especialmente em um momento no qual esta categoria tornou-se essencial para a sobrevivência de vários setores da economia. Analisar a uberização, as lutas sociais em tempos de Pandemia, e como podem os motoboys se emanciparem frente a Plataformas que se apropriam de parcela significativa do seu trabalho, sem garantir seus direitos é o objetivo geral desse trabalho. Trata-se de uma pesquisa de natureza teórico-exploratória, pautada no método de levantamento de dados por meio da técnica de pesquisa bibliográfica e como método de abordagem, o dedutivo.

Palavras-chave


Lutas Sociais. Uberização. Pandemia. Neoliberalismo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21783/rei.v8i1.599

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2022 Sheila Rosane Vieira Rodrigues, Maria de Fátima Schumacher Wolkmer, Manuela de Sá Menezes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

                                                                                                                     

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia