MINERAÇÃO DE DADOS E PUBLICIDADE COMPORTAMENTAL: Impasses para a regulação do spam e dos nudges na sociedade burocrática do consumo dirigido

Mateus de Oliveira Fornasier, Norberto Milton Paiva Knebel, Fernanda Viero da Silva

Resumo


Este artigo estuda a necessidade de regulação das estratégias de spam e nudge a partir da crítica da vida cotidiana (Lefebvre), a qual complementa a reflexão sobre a necessidade de proteção tendo em vista a vulnerabilidade do consumidor, situando-se em ponto diverso e independente no debate entre autonomia e paternalismo no Direito do Consumidor, mas também crítico a teses como a do paternalismo libertário. Como resultado principal, tem-se que a regulação da mineração de dados no âmbito do Direito do Consumidor encontra um profundo impasse: a dogmática jurídica não compreende o papel contraditório e alienante que é o do consumidor e, portanto, não enfrenta o problema da liberdade de escolha e da publicidade com a profundidade necessária — ao nível da linguagem e da ideologia. Frente à inevitabilidade da manipulação de dados na era da big data, sugere-se uma regulação social, tendo como objetivo a auditabilidade social das plataformas que manipulam dados, sendo os usuários capazes de interpretar e analisar os algoritmos que interferem cotidianamente em suas vidas. Metodologia: método de procedimento dialético, com abordagem qualitativa e técnica de pesquisa bibliográfico-documental.



Palavras-chave


publicidade abusiva; spam; nudge; privacidade; consumo.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Fabrício Germano. Análise da possibilidade de regulação da publicidade comportamental (behavioral advertising) pelo microssistema consumerista. Revista de Direito, Globalização e Responsabilidade nas Relações de Consumo, v. 2, n. 1, p. 208-223, 2016. Disponível em: http://www.indexlaw.org/index.php/revistadgrc/article/view/696. Acesso em: 06 abr 2020.

AMBROSINO, Angela; FARALLA, Valeria; NOVARESE, Marco. Nudge, a critical perspective. Encyclopedia of Law and Economics. Cham: Springer, 2017, p. 1-20.

BAUDRILLARD, Jean. Significação da publicidade In: LIMA, Luiz Costa (org). Teoria da cultura de massa. São Paulo: Paz e Terra, 2000, p. 291-299.

BAUMAN, Zygmunt. Vida para o consumo: a transformação das pessoas em mercadoria. 1. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.

BIONI, Bruno Ricardo. Inovar pela Lei. GV Executivo, v. 18, n. 4, p. 31-33, 2019. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/gvexecutivo/article/download/79978/76432. Acesso em: 06 abr 2020.

BIONI, Bruno Ricardo. Proteção de dados pessoais: a função e os limites do consentimento. Rio de Janeiro: Forense, 2019.

BRASIL. Lei nº 8.078, de 11 de setembro de 1990. Código de Defesa do Consumidor. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8078.htm. Acesso em: 06 abr 2020.

BRASIL. Lei nº 12.965, de 23 de abril de 2014. Institui o Marco Civil da Internet. Vide lei nº 13.709. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l12965.htm. Acesso em: 05 abr 2020.

BRASIL. Lei nº 13.709, de 14 de agosto de 2018. Vide Lei nº 13.853, de 2019. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2018/lei/L13709.htm. Acesso em: 05 abr 2020.

BRUNTON, Finn. Spam: a shadow history of the internet. Cambridge; Londres: The MIT press, 2013.

CAMILO, Cássio Oliveira; SILVA, João Carlos da. Mineração de Dados: Conceitos, Tarefas, Métodos e Ferramentas. Relatório Técnico - RT-INF_001-09. 2009. Disponível em: https://rozero.webcindario.com/disciplinas/fbmg/dm/RT-INF_001-09.pdf. Acesso em: 01 abr 2020.

CASTELLANO, Andrea; SARDI, María Celeste Chaz. Protección del Consumidor: Regulación de la Publicidad y el Uso de Nudges. The Latin American and Iberian Journal of Law and Economics, v. 2, n. 1, p. 135-150, 2016. Disponível em: https://ri.conicet.gov.ar/bitstream/handle/11336/52088/CONICET_Digital_Nro.51b6a80f-7ae5-424c-964c-80b052148c6e_A.pdf?sequence=2&isAllowed=y. Acesso em: 06 abr 2020.

CIOATTO, Roberta Marina; PINHEIRO, Adriana de Alencar Gomes. Nudges como política pública para aumentar o escasso número de doadores de órgãos para transplante. Revista Brasileira de Políticas Públicas, v. 8, n. 2, p. 368-384, 2018. Disponível em: https://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/RBPP/article/view/5271. Acesso em: 05 abr 2020.

COLOMBO, Cristiano; FACCHINI NETO, Eugênio. Mineração de dados e análise preditiva: reflexões sobre possíveis violações ao direito de privacidade na sociedade da informação e critérios para sua adequada implementação à luz do ordenamento brasileiro. Revista de Direito, Governança e Novas Tecnologias, v. 3, n. 2, p. 59-80, 2017. Disponível em: https://www.indexlaw.org/index.php/revistadgnt/article/view/2345/pdf. Acesso em: 03 abr 2020.

COURTLAND, Rachel. Bias detectives: the researchers striving to make algorithms fair: As machine learning infiltrates society, scientists are trying to help ward off injustice. Nature, n. 558, p. 357-361, 2018. Disponível em: https://www.nature.com/magazine-assets/d41586-018-05469-3/d41586-018-05469-3.pdf. Acesso em: 06 abr 2020.

CRAIN, Matthew. The limits of transparency: data brokers and commodification. New Media and Society, v. 20, n. 1, p. 88-104, 2018.

CUKIER, Kenneth; MAYER-SCHOENBERGER, Viktor. The rise of big data: how it’s changing the way we think about the world. Foreign Affairs, v. 92, 2013. DOI: 10.1515/9781400865307-003.

DONEDA, Danilo. A proteção de dados pessoais nas relações de consumo: para além da informação creditícia. Escola Nacional de Defesa do Consumidor. Caderno de investigações científicas, vol. 2. Brasília: SDE/DPDC, 2010. Disponível em: https://www.justica.gov.br/seus-direitos/consumidor/Anexos/manual-de-protecao-de-dados-pessoais.pdf. Acesso em: 01 abr 2020.

ESTRADA, Manuel Martín Pino. O Comércio De Dados Pessoais Dos Trabalhadores Pelas Empresas De Tecnologia E Pelos Governos Através Da Invasão Da Privacidade E Da Intimidade. In: EINLOFT, Denis; TOSS, Luciane; SEVERO, Valdete Souto. Direito do Trabalho e Pensamento Crítico. Porto Alegre: Hs Editora, 2016, p. 79-95.

FEITOSA, Gustavo Raposo Pereira; CRUZ, Antonia Camily Gomes. Nudges fiscais: a economia comportamental e o aprimoramento da cobrança da dívida ativa. Pensar-Revista de Ciências Jurídicas, v. 24, n. 4, 2019. Disponível em: https://periodicos.unifor.br/rpen/article/view/10258. Acesso em: 05 abr 2020.

FERRARA, Emilio. The history of Digital Spam. Communication of the ACM, v. 62, n. 6, p. 82-91, 2019. Disponível em: https://dl.acm.org/doi/pdf/10.1145/3299768. Acesso em: 05 abr 2020.

FINKELSTEIN, Maria Eugênia. Aspectos jurídicas do comércio eletrônico. Porto Alegre: Síntese, 2004.

FORNASIER, Mateus de Oliveira; FERREIRA, Luciano Vaz. A regulação das empresas transnacionais entre as ordens jurídicas estatais e não-estatais. Revista de Direito Internacional, v. 12, n. 1, 2015. Disponível em: https://search.proquest.com/openview/6954c2d71dbca6be57d8cae82503ddd5/1?pq-origsite=gscholar&cbl=2031896. Acesso em: 01/12/2019.

FUCHS, Christian. Critique of the political economy of web 2.0 surveillance. In: FUCHS, C. (et al). Internet and surveillance: the challenges of web 2.0 and social media. New York: Routledge, p. 31-70, 2011.

GRODERS, Elisandra Duarte. Preferências do consumidor por produtos orgânicos: nudges e o uso de normas descritivas. Dissertação (mestrado em Economia) - Faculdade de Economia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 2017. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/158149. Acesso em: 05 abr 2020.

KANTARDZIC, Mehmed. Data Mining: concepts, models, methods and algorithms. 3 ed. New York: IEEE Press; Wiley, 2020.

KEMPER, Jakko; KOLKMAN, Daan. Transparent to whom? No algorithmic accountability without a critical audience. Information, Communication & Society, v. 22, n. 14, p. 2081-2096, 2019. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/pdf/10.1080/1369118X.2018.1477967?needAccess=true. Acesso em: 05 abr 2020.

KREBS, Brian. Spam Nation: The inside story of organized cybercrime: from global epidemic to you front door. Naperville: Sourcebooks, 2014.

LEFEBVRE, Henri. A vida cotidiana no mundo moderno. Tradução: Alcides João de Barro. São Paulo: Editora Ática, 1991.

LEMOS; Ronaldo; DONEDA, Danilo; SOUZA, Carlos Affonso Pereira de; ROSSINI, Carolina Almeida A.. Estudo sobre a regulamentação jurídica do spam no Brasil. Rio de Janeiro: FGV, 2007. Disponível em: https://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/bitstream/handle/10438/2684/Estudo_SPAM_CTS.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 05 abr 2020.

MACHADO, Fernando Inglez; RUARO, Regina Linden. Publicidade Comportamental, Proteção De Dados Pessoais E O Direito Do Consumidor. Conpedi Law Review, v. 3, n. 2, p. 421-440, 2017. Disponível em: http://repositorio.pucrs.br/dspace/bitstream/10923/11550/2/PUBLICIDADE_COMPORTAMENTAL_PROTECAO_DE_DADOS_PESSOAIS_E_O_DIREITO_DO_CONSUMIDOR.pdf. Acesso em: 06 abr 2020.

MATOS, Tiago Farina. Comércio de dados pessoais, privacidade e internet. Revista de Doutrina da 4ª Região, n. 7, p. 1-38, 2005. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/69e9/126d0183867f182db2ecb58cc3226260a942.pdf. Acesso em: 05 abr 2020.

MENDES, Laura Schertel; DONEDA, Danilo. Marco jurídico para a cidadania digital: uma análise do Projeto de Lei 5.267/2016. Revista de Direito Civil Contemporâneo - RDCC (Journal of Contemporary Private Law), v. 9, p. 35-48, 2017.

MIRAGEM, Bruno. A lei geral de proteção de dados e o Direito do Consumidor. Revista dos Tribunais, v. 1009, 2019.

PINHEIRO, Patricia Peck. Proteção de dados pessoais: comentários à Lei n. 13.709/2018 (LGPD). 2 ed. São Paulo: Saraiva, 2020.

SOUZA, Luciana Cristina; RAMOS, Karen Tobias França; PERDIGÃO, Sônia Carolina Romão Viana. Análise crítica da orientação de cidadãos como método para otimizar decisões públicas por meio da técnica nudge. Revista Brasileira de Políticas Públicas, v. 8, n. 2, p. 234-250, 2018. Disponível em: https://www.arqcom.uniceub.br/RBPP/article/view/5314. Acesso em: 05 abr 2020.

SUNSTEIN, Cass R. Nudging: um guia (muito) resumido. REI - Revista Estudos Institucionais, v. 3, n. 2, p. 1023-1044, 2017. Disponível em: https://estudosinstitucionais.com/REI/article/view/223. Acesso em: 05 abr 2020.

TATEOKI, Victor Augusto. A proteção de dados pessoais e a publicidade comportamental. Revista Juris UniToledo, v. 2, n. 01, p. 62-75, 2017. Disponível em: http://ojs.toledo.br/index.php/direito/article/view/113/89. Acesso em: 06 abr 2020.

TEIXEIRA, Tarcisio. Curso de Direito e processo eletrônico: doutrina, jurisprudência e prática. 3 ed. São Paulo: Saraiva: 2015.

VEDDER, Anton; NAUDTS, Laurens. Accountability for the use of algorithms in a big data environment. International Review of Law, Computers & Technology, v. 31, n. 2, p. 206-224, 2017. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/pdf/

1080/13600869.2017.1298547?needAccess=true. 06 abr 2020.

VERBICARO. Loaiane da Ponte Souza Prado; VERBICARO, Dennis. A indústria cultural e o caráter fictício da individualidade na definição de consumidor-comunidade global. Revista Jurídica Cesumar- Mestrado, v. 17, b. 1, p. 107-131, 2017. DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9184.2017v17n1p107-131.

VIEIRA, Miguel Said; EVANGELISTA, Rafael. A máquina de exploração mercantil da privacidade e suas conexões sociais (The Mercantile Privacy-Exploiting Machine and Its Social Connections). In: 3rd International LAVITS Symposium, Rio de Janeiro, 2015. Disponível em: https://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=2608251. Acesso em: 06 abr 2020.

VONBERGEN, Clarence; KERNEK, Courtney; BRESSLER, Martin S.; SILVER, Lawrence. Cueing the Customer Using Nudges and Negative Option Marketing. Atlantic Marketing Journal, v. 5, n.2, p. 151-168, 2016. Disponível em: https://digitalcommons.kennesaw.edu/cgi/viewcontent.cgi?article=1188&context=amj. Acesso em: 06 abr 2020.




DOI: https://doi.org/10.21783/rei.v6i3.506

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Mateus de Oliveira Fornasier, Norberto Milton Paiva Knebel, Fernanda Viero da Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

                                                                                                                     

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia